Instantâneo XXI

Temos de fingir
Eu e Sô temos de fingir uma porção de coisas
Por exemplo, que não nos amamos a ponto de matar e morrer um pelo outro
Que os desígnios divinos não estabeleceram nossos destinos, nos unindo no cosmos como se habitássemos um só cometa
Que somos meros desconhecidos, que nunca nos vimos, nunca nos falamos, que você não sabe quem sou, eu não sei quem és
Que quando você me olha, é como se olhasse outro
Que quando você me olha, é como se outra me olhasse