Eterno VII

, estou tão cheio das crianças, estou tão cheio dos roqueiros, estou tão cheio dos choramingões, estou tão cheio dos mortos, estou tão cheio dos moribundos, estou tão cheio dos pianistas, estou tão cheio dos guardas noturnos, estou tão cheio dos espiões, estou tão cheio dos alcoólatras, estou tão cheio dos filhos, estou tão cheio dos eletrocardiogramas, estou tão cheio dos malvados, estou tão cheio dos padres, estou tão cheio dos óleos de oliva ao lado da pizza de sábado à noite, estou tão cheio dos meus primos que nunca mais vi, estou tão cheio dos intelectuais, estou tão cheio dos espiritualistas, estou tão cheio dos caprichosos, estou tão cheio dos tímidos, estou tão cheio dos predestinados, estou tão cheio dos frouxos, estou tão cheio dos pudicos, estou tão cheio das mulheres macias, estou tão cheio dos insolúveis, estou tão cheio das hortas de couve e alface, estou tão cheio das recepcionistas, estou tão cheio das normalistas, estou tão cheio dos superdotados, estou tão cheio dos anões, estou tão cheio dos otimistas, estou tão cheio dos fúteis, estou tão cheio dos que não desgrudam, estou tão cheio das moscas, estou tão cheio dos paulistanos, estou tão cheio dos velhos, estou tão cheio das cobras, estou tão cheio dos favelados, estou tão cheio dos cacoetes, estou tão cheio dos microcéfalos, estou tão cheio dos clarividentes, estou tão cheio da macacada,