iwna054

Estava à toa num lugar qualquer sem 
nenhum motivo e nenhuma mulher
assistindo gaio, quase irresponsável,
à festiva brincadeira dos meus pensa-
mentos sem rumo nem lastro ou crença
quando, repentinamente, claro, pois 
quase tudo em mim se vem, vem
inesperado, quando, repito  — ó mãe, 
por que geraste um serzinho tão repetitivo
assim? — de repente, repito, me vem esse 
educativo clarão entre aqueles pensamen-
tos bem no meio do sombrio, do abafado, 
do opressivo, do pegajoso, do apertado 
palco do meu cérebro e, já pessimista, já 
quase niilista, e não mais gaio, em mim 
mesmo caio e agora absolutamente aflito, 
não mais brinco, vai brincando, sussurram 
meus lábios, que tu acaba se suicidando.