Camus sem frescura

Ganhei um dos Cadernos de Camus, A guerra começou, onde está a guerra? reticências
Ganhei há uns dez dias
Cisquei, cisquei, até que li inteiro ciscando
Que pena que ainda não inventaram um gravador de pensamentos
Pensei coisa pacas durante a leitura
A cada pensamento pensava em anotar mas morria de preguiça, penso demais e rápido demais e a mão não acompanha
Resumo da ópera
Bidu
Devia ter feito as anotações
Agora taux desconfiado do cara
Terrivelmente desconfiado do cara
E quando começo a desconfiar dum escritor é foda resistir à desconfiança e voltar à leitura
Tinha até sublinhado mentalmente umas passagens pra falar sobre no blog
Agora taux com receio mesmo de reabrir o livro
Na capa Camus cum cigarrão pendurado na boca, cabeça baixa, cenho franzido, a compenetração dos grandes
Ô mundo manipulatório de merda
Em tudo esses filhos da puta querem nos botar cabresto
São nove cadernos