Meu moinho

Chiados que rabiscam esta noite
Esses de sibila
Esses de silêncio
Esses de sussurro
Impossível ter cometido esses pecados à minha revelia
Não vou mais deixar que o ente que se apossa de mim se aposse de mim
Ficarei aqui quietinho, tristinho, mudinho, mortinho