Poema a contragosto

Descobri que a primeira paixão que me atingiu na vida me fez inconstante
E eu que nunca acreditei em nada
Comecei a crer que o tempo não é um só
O tempo é vário
Pessoa e seus milhões de imitadores surraram tanto a variedade das coisas
Que é que posso fazer se sou vário igualmente?
Mesmo não sendo Pessoa mas pessoa somente
Passo e sou passado pelo passado, pelo presente
Sem me lembrar se me recordo